Opinião
Emigrar ou não? A questão que se coloca aos jovens médicos do Norte
A constância do fenómeno da emigração qualificada portuguesa ao longo dos últimos anos tem colocado a Portugal cenários e desafios (des)estruturantes do ponto de vista socioeconómico. Dentro desse quadro socioprofissional, um dos grupos onde tem sido notória a apetência pelo estrangeiro é o dos profissionais de saúde portugueses. Segundo dados das Ordens da Saúde, no final do ano de 2015 havia 13 mil enfermeiros, 5 mil médicos, 2 mil farmacêuticos…