Desporto

O futebol português ganhou um novo talento | Diego Abreu

Diego Cruz Abreu assinou a sua ligação com o clube português Boavista Futebol Clube, facto que o levou a deixar no verão a Alemanha, país onde nasceu a 6 de abril de 2002, na cidade de Rheine, no estado da Renânia do Norte-Vestfália.

O futebol sempre desempenhou um papel preponderante na vida do jovem futebolista português de apenas 15 anos de idade. Diego começou a jogar futebol aos 4 anos de idade na escola de futebol perto da localidade onde residia. Jogou em clubes como o Fußball Club Gievenbeck, no Sportclub Münster 08, no Sportverein Meppen e no FC Eintracht de Rheine. Enquanto jogador deste clube começou a receber convites de grandes clubes alemães. Em dezembro de 2016 assinou pelo DSC Arminia Bielefeld. Paralelamente a este percurso positivo, há um ano, Diego Abreu fez pela primeira vez parte da convocatória da Seleção Nacional Portuguesa de Sub-15. Desde essa altura já foi chamado duas vezes à Seleção Nacional, facto que reconhece ser um orgulho, bem como um reconhecimento pelo seu trabalho nos treinos diários e pela sua dedicação ao futebol. O jovem futebolista confessou ser um sonho voltar a representar a Seleção das Quinas e acrescentou que continuará a trabalhar arduamente para aprender e melhorar, para voltar a ser convocado.

Para além do seu talento e da sua dedicação, o que faz o Diego ainda mais “especial” é o facto de ele tanto jogar como extremo-direito ou como extremo-esquerdo, de ser rápido, de jogar bem com ambos os pés e de ser bom a finalizar os lances. Também o seu remate e a sua qualidade técnica são boas. Outras das suas qualidades são o facto de ter uma boa visão do jogo, criando constantes linhas de passe e, consequentemente, soluções para os seus colegas de equipa.

Pelas suas características promissoras, também a Seleção Nacional Alemã e outras grandes equipas alemãs tentaram conquistar o Diego, mas o seu orgulho em ser português falou mais alto, pois ele não nega a sua nacionalidade e a dos seus pais e quer ser sempre português! O convite por parte do Boavista Futebol Clube permitiu a continuação da realização do seu sonho, uma vez que sempre teve vontade de continuar a sua formação em Portugal, o seu país. Diego confessou que a adaptação a Portugal “não podia ser melhor!” Afinal sente-se em casa e é o país que ama! Tem também o apoio da sua família, dos seus pais e dos seus avós, que têm todos sido fantásticos! No que concerne a escola, diz que a sua adaptação também foi rápida.

Quanto aos seus planos para o futuro, o jovem futebolista pretende dedicar-se ao futebol, continuando a aprender e a trabalhar muito em cada treino para se preparar para cada jogo, o que considera ser o mais importante.

O seu empenho, a sua dedicação ao futebol, bem como a sua humildade, parecem estar a levar o Diego a concretizar os seus sonhos. Para que os possa continua a viver, o jovem futebolista com um futuro promissor, irá contar com o apoio de Joaquim Teixeira.

O Correio Luso deseja ao Diego muita sorte nesta nova etapa da sua vida e na conquista dos seus sonhos.

[ redação Correio Luso ]

Deixe uma resposta