Desporto

Cinco minutos de terror do FC Porto podem custar o título aos dragões

FC Porto vencia por 2-0 aos 84 minutos, mas cinco minutos de terror dos dragões ditaram o empate do Rio Ave. Benfica pode descolar na frente da classificação, se derrotar o Sp. Braga, no próximo domingo.

Resumo: Quando é que joga mesmo o Benfica? Esta foi a pergunta que os jogadores e o staff técnico do FC Porto fizeram até aos 84 minutos, quando carimbavam uma preciosa vitória em Vila do Conde, por 2-0, que se traduzia no regresso à liderança à condição, mas cinco minutos mudaram por completo a história deste jogo.

Com Soares no banco, foi Brahimi de cabeça a abrir as hostilidades, à passagem dos 18 minutos, para três minutos depois Junio Rocha aplicar aquilo que parecia uma sentença final no encontro.

O Rio Ave, adormecido na etapa inicial, ainda procurou resgatar um empate na etapa complementar, com algumas situações de golo, a melhor das quais resultou num remate à barra, por Filipe Augusto, aos 72 minutos. Os vilacondenses acabaram mesmo por reduzir, aos 85’, após uma chapelada monumental de Nuno Santos a Casillas. E quando tudo levava a crer num 1-2 final… eis que Ronan, através de um pontapé de fora da área, atirou, aos 90 minutos, para o golo que tirou dois pontos ao FC Porto.

Os dragões assumem a liderança à condição do campeonato, com 76 pontos, mais um do que o Benfica, que entra em ação, neste domingo, pelas 17h30, no Municipal de Braga.

Um filme sobre futebol nunca pode ter só… 84 minutos!

O jogo começou com as duas equipas a fazerem um estudo acérrimo uma da outra, sem grandes comedimentos nas áreas adversárias.

Gabrielzinho, do lado do Rio Ave, e Brahimi, no corredor oposto, assumiam-se como as grandes ‘faíscas’ para provocar ‘incêndio’ em casa alheia, e foi da cabeça do argelino, à passagem do minuto 18, que nasceu o primeiro remate certeiro da partida. A jogada começou em Brahimi que, de seguida, abriu na direita para Otávio e, através de um cruzamento com conta, peso e medida, devolveu ao extremo argelino, para este fazer o seu segundo golo de cabeça com a camisola dos dragões.

Ainda a recuperar do primeiro ‘empurrão’ na partida, pouco tardou para o Rio Ave sofrer nova ‘tormenta’ nos Arcos. Desta feita, o erro nasceu da cabeça de Rúben Semedo que, num péssimo corte, afastou a bola para os pés de Marega, que chuta de primeira à baliza de Léo Jardim. A bola ainda sofreu um desvio em Junio Rocha e, por isso, a Liga decidiu atribuir o tento ao defesa brasileiro.

A etapa complementar trouxe um Rio Ave melhor, mais afoito nas imediações da grande área do FC Porto. Aos 49’, Bruno Esteves falhou, de cabeça, um golo cantado, para aos 72’ Filipe Augusto atirar à barra da baliza de Casillas. À terceira o ‘galo’ cantou mesma na baliza do guardião espanhol, na sequência de um magnífico ‘chapéu’ de Nuno Santos, após ser servido por Gelson Dala.

E, quando a campainha do final de jogo parecia estar a quase a tocar… eis que apareceu Ronan, do meio a rua, com a bola a tabelar ainda num adversário, dar o empate final aos anfitriões, que com este ponto assumem o oitavo lugar, com 39 pontos.

Relato do jogo:

90+’5′ – TERMINA O JOGO NO ESTÁDIO DO DRAGÃO!

90+4′ – RIO AVE COM 10! JAMBOR EXPULSO!

90′ – CINCO MINUTOS DE COMPENSAÇÃO!

89′ – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLO DO FC PORTO! MARCA RONIN! É O EMPATE E O DELÍRIO NOS ARCOS!

85′ – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLO DO RIO AVE! MARCA NUNO SANTOS, APÓS ASSISTÊNCIA DE GELSON DALA. QUE CHAPELADA MONUMENTAL A CASILLAS!

82′ – Substituição no Rio Ave: sai Gabrielzinho e entra Joca.

81′ – Cartão amarelo para Jambor.

76′ – Substituição no FC Porto: sai Brahimi, entra Manafá.

72′ – À BARRAAAAAAAAAA! Que tiro de Filipe Augusto… a bola termina a beijar a barra da baliza de Casillas!

69′ – Substituições no Rio Ave: saem Bruno Moreira e Tarantini, entram Jambor e Ronin

55′ – QUE CORTE FENOMENAL DE BOREVKOVIC! Brahimi preparava o seu pé direito para ‘engatilhar’ o terceiro golo da partida, quando o central croata do Rio Ave apareceu para fazer um corte cirúrgico na hora H.

52′ – OUTRA VEZ O RIO AVE! Remate perigoso de Gelson Dala, Casillas a defender para a frente, e por pouco não chegava Bruno Moreira para a recarga!

49′ – O QUE ACABA DE PERDER O RIO AVE! No coração da pequena área, e sem oposição, Bruno Moreira falha, de cabeça, um golo cantado!

46′ – Começou a 2.ª parte, sem alterações nas duas equipas.

45′ – Ponto final na primeira parte. FC Porto em vantagem por 2-0, com golo de Brahimi e um auto-golo de Junio Rocha.

44′ – CORTE PROVIDENCIAL DE PEPE A TIRAR O GOLO A NUNO SANTOS NO CORAÇÃO DA GRANDE ÁREA AZUL E BRANCA!

40′ – QUE PERIGO! Marega a recuperar a bola à saída do seu meio-campo, e a conduzir uma rápida jogada de contra-ataque dos dragões, que terminou com o remate de Brahimi, à entrada da área do Rio Ave. O disparo saiu às mãos de Léo Jardim.

38′ – Cartão amarelo para Junio Rocha, na sequência de uma entrada dura sobre Brahimi.

33′- Contra-ataque do FC Porto termina com Marega em posição de remate, mas o maliano chuta à figura de Léo Jardim.

Confira aqui o segundo golo dos dragões

27′ – FC Porto preparado para ‘carburar’ o terceiro, mas Pepe estava em posição irregular.

Confira aqui o primeiro golo dos dragões

21′ – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLO DO FC PORTO! Auto-golo de Junio Rocha! O maliano chutou de primeira no coração da grande área do Rio Ave, após um passe errado de Ruben Semedo. A bola ainda sofre um desvio no defesa brasileiro de 22 anos.

21′ – Cartão amarelo para Marega.

18 ‘- GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLO DO FC PORTO! Marca Brahimi, de cabeça! A jogada começa no argelino, que serve para Otávio que, num cruzamento perfeito, devolve para Brahimi e… de cabeça marcou na pequena área o 10.º golo no campeonato.

17′ – Jogo muito dividido a meio-campo, sem grandes oportunidades de parte a parte. Gabrielzinho e Brahimi são os homens mais endiabrados, em cada lado de uma das ‘trincheiras’.

8′ – MAREGA PEDE PENÁLTI! Maliano pede uma alegada falta de Rúben Semedo… Empurrão ou não?

6′ – Rio Ave a chegar rapidamente à baliza adversária, com Gabrielzinho a ter uma receção orientada, e a servir Bruno Moreira. Faltou pé esquerdo ao jogador de Vila do Conde, que chutou, todavia, bem longe da baliza de Casillas.

1′- Rola a bola no Estádio dos Arcos! Já se joga o Rio Ave-FC Porto.

ONZE DO RIO AVE: Leo Jardim, Júnio Rocha, Borevković, Rúben Semedo, Afonso Figueiredo, Tarantini, Felipe Augusto, Nuno Santos, Gabrielzinho, Gelson Dala e Bruno Moreira.

Suplentes Rio Ave: Paulo Vítor, Matheus Reis, Carlos, Ronan, Jambor, Joca e Messias.

ONZE DO FC PORTO: Casillas, Militão, Pepe, Felipe, Alex Telles, Danilo, Herrera, Otávio, Corona, Brahimi e Marega.

FC Porto: Vaná, Mbemba, Maxi, Bruno Costa, Óliver, Manafá e Soares.

Deixe uma resposta