Desporto

“Acredito que vamos ter um bom resultado amanhã”

Sérgio Conceição bastante confiante para a partida da primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, diante do Liverpool.

O FC Porto viajou, nesta segunda-feira, pelas 10h55 rumo à cidade dos Beatles, onde, nesta terça-feira, defronta o Liverpool, para a primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, pelas 20 horas.

Sérgio Conceição e Danilo falaram em conferência de imprensa, a partir das 17h45, para realizar a antevisão deste duelo milionário.

Após terminada esta conferência de imprensa, os dragões realizaram o habitual treino de adaptação ao relvado, pelas 18h30, em Anfield Road.

Confira abaixo as declarações de Danilo e Sérgio Conceição

Declarações de Sérgio Conceição

Alex Telles joga amanhã? Não sei, está melhor… mas amanhã veremos.

Até que ponto a ausência de Herrera modifica a estratégia para o jogo de amanhã? A forma como olhamos para o Liverpool, em contexto competitivo, é muito importante, e devemos ter em conta isso. Sem desprimor para as nossas equipas (da Liga portuguesa) temos de ver o meio onde estamos inseridos. Relativamente à ausência do Herrera, mas também do Pepe, temos de olhar para a dinâmica da equipa, isso é o mais importante. Os jogadores têm dinâmicas individuais, mas é mais importante olhar ainda para as dinâmicas colectivas. Isso é mais importante do que um, ou outro jogador entrar em campo.

Penso mudar o ADN da equipa tendo em conta o resultado frente ao Liverpool da última época? Vocês (jornalistas) gostam muito de falar em vingança. Isto não se trata de vingança, mas de um jogo de futebol. Os jogos têm histórias diferentes e nós temos de perceber que um resultado momentâneo não altera a estratégia de uma equipa. Temos de olhar para o Liverpool como uma equipa fortíssima que em 16 jogos em casa só empatou dois, e foi ainda finalista da Liga dos Campeões. Os milhões que separam as duas equipas é bastante. Mas os nossos milhões vêm-se no rendimento diário. Olhem para o Militão. Foi comprado por um valor, e vendido por outra bem diferente. A vida dá-nos uma oportunidade fantástica de termos estes desafios fantásticos. E nós estamos nos quartos de final da Liga dos Campeões, estamos entre as oito melhores equipas do mundo.

Importância de ter o Pepe antes e depois do jogo: Foram o Pepe e o Herrera que quiseram vir a Liverpool, eu não pedi nada. Eles sabem da importância deste encontro.

Pepe disse que queria ganhar a Liga dos Campeões. Bebe desta vontade também? O Pepe é muito ambicioso, e nós todos somos muito ambiciosos. Há uma história de um menino que chegou ao pé de um sábio e disse que também queria ser sábio, mas tinha muita pressa nisso. O importante é olharmos para o momento e não olharmos rapidamente para o resultado final. Um passo de cada vez.

E não tem a sensação de levantar a cabeça e olhar já para o final? É preciso ter foco neste jogo. Temos de olhar para esta competição com os pés bem assentes no chão, conseguir um resultado positivo e levar a a eliminatória viva para o Dragão.

O que é que pensou quando saiu a ‘bolinha’ do Liverpool. Que partida sonha para amanhã? Ninguém queria apanhar o Liverpool. O Klopp tentou na sua conferência de antevisão à partida suavizar a nossa derrota no ano passado, foi um gentleman. Temos de preparar bem o jogo, trabalhar muito, pensar por diferentes momentos, em que algumas vezes não vamos estar com a bola, outra vezes vamos estar em ataque posicional, vamos passar por diferentes momentos, mas temos de saber o que fazer. Acredito que vamos ter um bom resultado amanhã.

Dorme mal em pensar na dúvida Alex Telles para o onze? Mal de mim se eu ainda não tivesse definido o onze de amanhã. Mal de mim e de todos os treinadores. Amanhã vamos perceber se o Alex Telles entra ou não, mas isso é uma peça, a estratégia está toda montada. Agora, claro que durante a noite, alguém se pode sentir mal, inclusive eu.

Derrota com o Liverpool por 0-5 ainda o deixa aziado? Fico mais do que aziado quando perco, mas não posso dizer essa expressão aqui. Perder nos oitavos de final dessa forma, e ainda por cima em casa, custa sempre. Mas temos de olhar para o momento presente, isso é que importa.

Juntamente com o Barcelona e o Manchester City são a única equipa que pode ganhar o triplete. Qual é o segredo? O segredo está no esforço, na humildade e no trabalho. Sinto-me honrado por representar este clube, onde ganhei tanto como treinador, e um bocadinho como jogador.

Declarações de Danilo

Existe favoritismo? Sim, pende um pouco para o lado o Liverpool, até porque jogam em casa. Mas não existe nenhum sentimento de vingança, relativamente ao que aconteceu na temporada anterior [0-5 foi o resultado, no conjunto das duas mãos, da eliminatória da época transata], até porque a vingança é um sentimento muito mau. Temos muita ambição e crer, e adoramos jogar nestes palcos. Vamos trabalhar para ultrapassar este grande desafio, para estarmos nas meias-finais da competição.

Quem pode fazer o lugar de Herrera e de que forma têm trabalhado essa ausência? É uma grande ausência, é o nosso capitão. Mas nós temos jogadores de grande valor no nosso plantel e que o podem substituir. Nós não temos só uma opção de jogo e temos trabalhado bem para ultrapassar este adversário.

Lacunas defensivas do Liverpool. Pontos fracos? É uma equipa compacta, com jogadores rápidos, e que contra-ataca muito bem. Este Liverpool tem lacunas, mas não quero estar a referi-las, até porque isso faz parte da estratégia. Queremos apanha-los de surpresa.

Contexto competitivo diferente da Liga portuguesa. Como abordam estes jogos da Champions? Estamos a falar de um contexto muito diferente, mas independentemente da estratégica e da táctica não prescindimos da nossa filosofia. O mais importante é saber o que o treinador quer, para levar-nos a nossa estratégia avante.

Faz parte da estratégia saber sofrer nesta eliminatória? Haverá momentos para tudo, momentos em que teremos mais bola, e outros em que vamos estar sobre pressão, mas isso também acontece na Liga portuguesa. Não vamos fugir à nossa ideia de jogo, e queremos vencer este encontro.

O que pensa de jogadores como Salah, Mané ou Firmino? Penso que são jogadores que não vão passar por mim. Vou dar o meu máximo para isso.

O que gostaria de dizer sobre a prestação do FC Porto amanhã? Vamos ter uma postura muito própria, que não vira a cara à luta, muito competente no que é a exigência do jogo. Não vamos ter outra postura por ser o Liverpool.Vai ser um jogo difícil, mas estamos mentalmente preparados.

Elogios do Liverpool a Danilo. Reajo de uma forma positiva, é sempre bom falarem de nós. Quem ganhar mais duelos individuais e quem evitar, mais vezes, que a bola chegue à sua baliza, provavelmente vai sair vencedor deste encontro. Temos de ter intensidade para ganhar estes duelos.

Deixe uma resposta