País

Lisboa apoia vítimas do ciclone com recolha de donativos em quartéis

A Câmara Municipal de Lisboa lançou hoje uma campanha de solidariedade para com as vítimas do ciclone Idai em Moçambique, definindo 11 pontos de recolha de donativos em quartéis do concelho.

De acordo com o vereador da Proteção Civil, Carlos Manuel Castro, a capital portuguesa terá 11 quartéis do Regimento de Sapadores de Lisboa abertos 24 horas por dia, onde poderão ser entregues bens alimentares e outros produtos.

Medicamentos para tratamento de infeções gastrointestinais e analgésicos, alimentos enlatados com período de validade prolongado, produtos para o tratamento de água, de higiene pessoal e de limpeza de instalações foram produtos indicados pelo município como donativos necessários.

A ação solidária vai estar patente nos quartéis D. Carlos I, Martim Moniz, Graça, Defensores de Chaves, Santo Amaro, Monsanto, Alvalade, Benfica, Marvila, Encarnação e Alta de Lisboa.

Na apresentação da iniciativa, no quartel do Regimento de Sapadores de Lisboa do Martim Moniz, Carlos Castro afirmou que o apoio do município está a ser feito “no imediato” e irá continuar a “médio e longo prazo”, articulado com a embaixada de Moçambique.

[Lusa]

Deixe uma resposta