Desporto

“A terceira equipa deste jogo era a mais fraca”

Sérgio Conceição deixou duras considerações para o trabalho da equipa de arbitragem.

O FC Porto escorregou, neste domingo, em Guimarães, na sequência do nulo frente ao Vitória SC. Os dragões viram Sp. Braga (a quatro) e Benfica (a três) aproximarem-se, mas algo que não deixa minimamente preocupado Sérgio Conceição.

O treinador dos azuis, na flash-interview da Sport TV, relativizou a aproximação de dois dos rivais ao título, sublinhando ainda a “fraca” prestação da equipa de arbitragem e deixou suspeitas de Marega ter sofrido uma lesão grave (maliano abandonou o campo de maca).

O que falhou neste jogo? O momento de meter a bola na baliza. Fizemos um jogo bem conseguido, criámos muitas oportunidades e merecíamos a vitória. Infelizmente não fomos eficazes, ou por mérito do adversário ou por algum demértio nosso na hora de concluir. Há jogos assim. A entrega foi enorme, foi um jogo muito competitivo, num ambiente de futebol apaixonado. Tivemos uma terceira equipa que não esteve ao mesmo nível das outras equipas.

Árbitro: Sinto que há demasiadas faltas, quando existem não se apitam, depois apita-se por tudo. Vejo o nível deste jogo, a intensidade, e uma terceira equipa que é mais fraca.

Entrada de Otávio: Tentámos tudo, meter homens na frente, refrescar corredores, tentámos por dentro. Meti o Fernando por fora, o Otávio atrás do Soares porque houve um momento da segunda parte em que vi o Vitória demasiado confortável no jogo. Tentámos tudo. Os primeiros 15 minutos da segunda parte foi um momento menos bom, mas devíamos ter saído daqui vencedores.

Benfica e Braga mais perto. Alerta? Isso nós sabíamos. Não vimos para este jogo confortável com nada. Vimos para disputar e ganhar os jogos. Só dependemos de nós, vamos à frente. Hoje não conseguimos, há que dar mérito à organização defensiva do adversário, mas essencialmente houve demérito da nossa parte no momento de meter a bola na baliza. Não fomos capazes nesse momento.

Lesão de Marega: Penso que foi algo de mais grave. Mas só amanha avaliaremos.

[NAM]

Deixe uma resposta