Mundo

Ministro britânico diz que saída sem acordo seria “desastrosa”

O ministro das Empresas britânico, Greg Clark, afirmou hoje que um ‘Brexit’ sem acordo, no caso de o parlamento chumbar o negociado com a União Europeia, seria “desastroso” para o Reino Unido.

A saída sem rede seria “uma situação desastrosa”, com as trocas comerciais regidas pelas regras da Organização Mundial do Comércio (OMC) e, dessa forma, reduzidas “aos termos mais básicos com os parceiros mais próximos”, disse Clark à BBC Radio 4.

A afirmação contradiz a posição oficial do governo conservador de Theresa May, que admite uma saída desordenada se o acordo que negociou com a UE for chumbado no parlamento na próxima terça-feira, como parece quase inevitável.

Segundo May, as únicas alternativas ao acordo são “no deal or no ‘Brexit'”, ou seja, a saída desordenada ou a permanência na UE.

“Estou convencido de que devemos juntar-nos, agir para evitar um ‘no deal’ porque me parece que estamos muito longe de uma maioria no parlamento que tolere isso”, disse Clark, apelando para que “as divergências sejam postas de lado”.

Sinal de que existe uma maioria contra esse desenlace, considerou, são as emendas legislativas aprovadas esta semana que dificultam o ‘Brexit’ sem acordo: uma que obriga o governo a apresentar um “plano B” em caso de chumbo do acordo e outra que altera a lei do orçamento e impedir o governo de tomar determinadas medidas, como aumentar impostos, sem autorização parlamentar.

“Devíamos comportar-nos de acordo com aquela que sempre foi a nossa reputação internacional – sermos pragmáticos e fiáveis — e isso implica ter um acordo”, afirmou.

[Lusa]

Deixe uma resposta