Desporto

“Não fui convidado e não sou opção para o Benfica”

Técnico ex-Manchester United tem sido associado à sucessão de Rui Vitória, mas descarta, para já, o regresso a um clube português, nomeadamente o Benfica.

José Mourinho, treinador que nos últimos dias tem sido associado com insistência a um interesse do Benfica nos seus serviços, em entrevista à CMTV, abordou esta quinta-feira a possibilidade de orientar as águias.

Considerando que este não é o momento ideal para regressar ao futebol português, o técnico setubalense esclarece que nem sequer ouviu qualquer proposta dos encarnados pelos seus serviços.

“É uma pergunta que eu entendo, mas não gosto da resposta. Aprendi sempre que quando se sai de um clube não se fala, não se lava roupa suja, não se procura fazer qualquer tipo de crítica, é um capítulo encerrado e foi sempre assim que fiz. O que aprendi foi a respeitar os clubes que me querem e os que não me querem. Nunca quis confirmar ou desmentir. Um respeito enorme por aqueles que me convidam e um respeito enorme por aqueles de que se fala e que não é verdade. Nunca entrei neste jogo de confirmar ou desmentir”, começou por referir o técnico ex-Manchester United.

“Mas, se calhar, a melhor maneira de respeitar um grande clube e um grande presidente, que mostrou ser verdadeiramente amigo, é dizer qualquer coisa. Não fui convidado e, se eventualmente fosse, o presidente e o Benfica seriam os primeiros a saber a minha decisão”, confirmou o treinador luso.

“Posso dizer que hoje não tenho qualquer tipo de intenção de trabalhar em Portugal e que não sou opção para o Benfica. O melhor é o presidente e o clube poderem apoiar o Bruno [Lage]”, finalizou o experiente técnico português.
[NAM]

Deixe uma resposta