Política

Angela Merkel chega hoje a Portugal. Costa leva-a a Braga e ao Porto

A chanceler alemã, Angela Merkel, inicia hoje uma visita a Portugal com um programa centrado na tecnologia e investigação, deslocando-se à multinacional alemã Bosch de Braga e ao I3S – Instituto de Investigação e Inovação em Saúde do Porto.

Realizada a convite do primeiro-ministro, António Costa, a visita começa pelas 15:30 na multinacional alemã Bosch, instalada em Braga há quase 20 anos, para a inauguração da Nova Unidade de Tecnologia e Desenvolvimento da empresa, segundo o programa oficial.

Merkel e Costa seguem para o Porto em veículos Volkswagen produzidos na fábrica da Autoeuropa, em Palmela, estando previsto chegarem pelas 17:20 ao I3S para visitar laboratórios e participar num debate com “cerca de 100 alunos de doutoramento” das três linhas de investigação do instituto, revelou à Lusa a instituição.

De acordo com o programa oficial do gabinete do primeiro-ministro, Merkel chega às 15:00 ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, onde será recebida com honras militares, partindo para Braga às 15:15.

A chegada ao novo Centro de Tecnologia e Desenvolvimento da Bosch, na rua Barrio Cima 1, Sequeira, é apontada para as 15:45, estando prevista uma “visita ao laboratório de desenvolvimento tecnologia Lidar” e, no auditório da Bosch, intervenções de António Costa, Angela Merkel e Dirk Hoheisel, administrador da Bosch.

Merkel e Costa seguem depois para o Porto por volta das 16:45 e, segundo divulgou na terça-feira à Lusa fonte do executivo português, a viagem vai ser feita em veículos produzidos na fábrica da Autoeuropa, os Volkswagen T-Roc e Sharan, da multinacional alemã.

A comitiva é esperada às 17:20 na rua Alfredo Allen, 208, no Porto (na zona da Asprela, Paranhos), onde está instalado o I3S e onde vão visitar três laboratórios.

De acordo com informações do programa oficial do Governo e do I3S, estão em causa o Bioengineered 3D Microenvironments, que trabalha na interface entre a bioengenharia e a biomedicina; o Nanomedicines & Translational Drug Delivery, centrado no desenvolvimento de sistemas de entrega de fármacos recorrendo em particular à nanotecnologia; e o Bioimaging, com foco nas áreas de biomateriais, nano-medicina e medicina regenerativa.

Às 17:50, está previsto “um encontro com os estudantes de doutoramento da Universidade do Porto”, no Auditório Mariano Gago.

De acordo com o programa, haverá intervenções de Costa e Merkel, seguindo-se o debate com os alunos, no âmbito da iniciativa “Encontros com os Cidadãos sobre o futuro da Europa”, com conclusão prevista para as 18:50.

O instituto de investigação português na área das Ciências da Saúde foi criado para estreitar relações e sinergias entre o Instituto de Biologia Molecular e Celular (IBMC), o Instituto de Engenharia Biomédica (INEB) e o Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP).

A colaboração entre os três laboratórios foi oficializada em 2003, com um protocolo de cooperação, o I3S efetivou-se como consórcio em 2014 e, em 2015, as equipas transferiram-se para o novo edifício, num investimento que ascendeu aos 21,5 milhões de euros.

Com 20 milhões de euros de orçamento anual, o I3S tem três grandes linhas de investigação (cancro, Interação e Resposta do Hospedeiro e Neurobiologia e Doenças Neurológicas), reunindo mais de 900 pessoas por 64 grupos de investigação.

Depois deste primeiro dia em que a chanceler germânica estará no norte de Portugal, na quinta-feira, deslocar-se-à a Lisboa, onde é recebida ao início da manhã pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no Palácio de Belém.

Pelas 10:45, está prevista a chegada da chefe do executivo alemão ao Palácio Foz, iniciando-se, depois, uma reunião a sós com António Costa.

Ainda de acordo com o programa oficial, pelas 11:20, terá início uma reunião alargada às comitivas dos dois governos e, a terminar, o primeiro-ministro português e a chanceler alemã farão declarações à imprensa.

[Lusa]

Deixe uma resposta