Mundo

Merkel “profundamente chocada” pelo atropelamento mortal em Münster

A chanceler alemã garante que tudo está a ser feito para “investigar o crime e apoiar as vítimas e os seus familiares”

Angela Merkel está “profundamente chocada com os terríveis acontecimentos em Münster”. Em comunicado, a chanceler alemã garante que tudo está a ser feito para perceber os motivos do atropelamento, que fez, pelo menos, dois mortos, e 20 feridos.

“Tudo o que é possível está a ser feito para investigar o crime e apoiar as vítimas e os seus familiares”, afirma Merkel que agradeceu às autoridades que se deslocaram ao local.

Uma carrinha atingiu uma multidão que estava numa esplanada perto do restaurante Kiepenkerl. De acordo com a polícia, o condutor suicidou-se. As autoridades identificaram o suspeito como sendo um cidadão alemão, de 49 anos, com problemas psiquiátricos.

A polícia descarta, para já, um ataque com motivações terroristas, mas afirma que está a “investigar em todas as direções”.

De acordo com a imprensa alemã, dos 20 feridos, seis estão em estado grave. Através das redes sociais, o hospital universitário de Münster apelou à doação de sangue.

[dn.pt]

Deixe uma resposta