Economia

Já não se produzia tanto azeite desde 1953

Portugal atingiu uma produção histórica de azeite, com valores acima das 120 mil toneladas, mas não é esperado grande impacto no preço ao consumidor final.

Portugal deverá superar, este ano, as 120 mil toneladas de produção de azeite, ficando muito próximo do valor alcançado na campanha de 1953/54, considerada a mais produtiva desde 1915, altura em que se iniciaram registos sistemáticos.

Para este máximo histórico, foram decisivas as condições meteorológicas favoráveis na fase da floração e vingamento que originaram uma carga inicial de azeitona muito elevada.

A funda (rendimento da azeitona em azeite) também deverá estar ao nível das melhores campanhas, assim como a qualidade do azeite produzido, quase totalmente classificado como “virgem extra”.

Apesar do aumento da produção não deverá haver grande impacto no preço ao consumidor final. Segundo a Casa do Azeite, enquanto os stocks mundiais se encontrarem nos níveis baixos atuais não é expectável uma descida acentuada dos preços.

[Patrícia Gaspar]

Deixe uma resposta