Mundo

Bandeiras queimadas e protestos, as reações nas ruas à decisão de Trump

Estados Unidos reconhecem Jerusalém como capital de Israel e vão mudar para lá a embaixada que se encontrava em Telavive. Comunidade internacional já está a reagir à polémica decisão.

Esta quarta-feira, Donald Trump anunciou que os Estados Unidos vão passar a reconhecer Jerusalém como capital de Israel e que a embaixada norte-americana naquele território irá passar de Telavive para Jerusalém.

Na história da cidade com importância para muçulmanos, cristãos e judeus há séculos de divergências, mas também um elemento central no conflito Israel/Palestina, como hoje explicámos no Notícias ao Minuto.

A polémica decisão de Trump rompe com as últimas décadas de política diplomática norte-americana em relação a Israel e à Palestina e tem valido críticas severas, desde o presidente francês Emmanuel Macron às Nações Unidas.

É ainda imprevisível o impacto da decisão, quer no curto quer no longo prazo. Certo é que em boa parte do muçulmano e não só está a ser mal recebida.

Nos territórios onde vivem palestinianos há já protestos nas ruas. Tanto bandeiras de Israel como dos EUA têm sido queimadas na Palestina, como atestam imagens captadas pela objetiva da Reuters. Mas em países como a Turquia, que se opõem à decisão, decorrem protestos, nomeadamente junto à embaixada norte-americana na Turquia mas também no consulado dos EUA em Istambul.

Percorra a galeria para testemunhar algumas das reações mais iradas à mudança radical da política diplomática norte-americana em relação a este assunto.

[Pedro Filipe Pina]

Deixe uma resposta