Desporto

Final dramático em Alvalade termina em empate

Sp. Braga marcou dois golos em três minutos e conseguiu a reviravolta no marcador. Um penálti, já na compensação, permitiu ao Sporting fazer o empate.

Resumo: Num jogo em que os 10 minutos finais foram impróprio para cardíacos, Sporting e Sp. Braga empataram a duas bolas. As duas equipas reservaram os momentos de emoção para o final e cada equipa levou um ponto de Alvalade.

Mas comecemos pelo início. Em equipa que convence na Champions, não se mexe… não é assim o ditado? Não, mas bem que podia ser. Porque foi com este pensamento que Jorge Jesus escalou a sua equipa para esta partida. Ainda assim é importante referir que as baixas para o encontro frente aos minhotos, eram as mesmas que as diante da Juventus: Piccini, Mathieu, William e Coentrão (foi convocado, mas nem se sentou no banco).

O Sporting começou melhor na partida: Mais dominador e mais atacante. Os leões pressionavam bastante o Sp. Braga na sua saída de bola, o que dificultou (e muito) a construção de jogo à formação treinada por Abel Ferreira.

Mas pode dizer-se que foi uma primeira parte bem disputada. No entanto, com uma clara superioridade da equipa leonina, que em algumas situações foi perdulária. Sim, o Sporting foi a única no 1.º tempo a criar situações de real perigo, mas a bola, por uma razão ou outra, não entrou.

Coates e Bruno Fernandes ficaram perto do golo na primeira parte, mas Matheus, guarda-redes dos arsenalistas mostrou-se enorme na baliza. Pode até dizer-se que o brasileiro fez duas defesas daquelas que, como se costuma dizer, valem pontos.

O melhor ficou mesmo para o fim

No segundo tempo, o Sporting entrou com a mesma atitude. Os verde e brancos queriam marcar e partiram para cima do adversário à procura do golo. No entanto, o filme da 1.ª parte parecia estar a repetir-se: futebol ofensivo, oportunidades desperdiçadas… isto até ao minuto 66.

Foi aí que o Sp. Braga cedeu e consentiu um golo de (quem mais?) Bas Dost. O holandês recebeu um cruzamento rasteiro de Bruno Fernandes e atirou de primeira para o fundo das redes de Matheus, para delírio dos mais de 42 mil espectadores presentes em Alvalade.

Mas a melhor parte deste ‘filme’, ficou reservada para o final. Aos 85 minutos, Coates derrubou Danilo na área leonina e o Sp. Braga, através de penálti, fez o empate. Dyego Sousa não desperdiçou.

Depois, o melhor golo do jogo: Danilo atirou uma autêntica ‘bomba’ sem defesa para Rui Patrício. Os arsenalistas entraram em completa loucura, enquanto Alvalade ficou em silêncio, tal não foi o choque. No entanto, ainda houve tempo para mais. Já em tempo de compensação, Carlos Xistra assinalou penálti para o Sporting e Bruno Fernandes fez o 2-2, que acabou por ser o resultado final.

_________________________________________________________________________________________________

‘Onze’ do Sporting: Rui Patrício; Jonathan Silva, Coates, André Pinto, Ristovski; Battaglia, Bruno César, Bruno Fernandes; Acuña, Gelson e Bas Dost.

‘Onze’ do Sporting de Braga: Mattheus; Esgaio, Ricardo Ferreira, Raúl Silva, Goiano; Fransérgio, Vukcevic, Danilo; Ricardo Horta, Xadas e Paulinho.

[NAM,  POR RUBEN VALENTE]

Deixe uma resposta