Desporto

Pistoleiro Jonas deu o ‘tiro’ para curar a ‘ressaca’ encarnada

Jonas (22’), Samaris (76’) e Salvio (79’) assinaram os golos do triunfo do Benfica diante o Vitória de Guimarães.

O Benfica deslocou-se, este domingo, ao terreno do Vitória de Guimarães, arrecadando um triunfo por 3-1, em jogo a contar para a 11.ª jornada do campeonato nacional.

A derrota em Old Trafford, diante o Manchester United, não ‘assombrou’ a equipa de Rui Vitória que, sem grandes dificuldades, fez justiça ao histórico recente, e arrecadou mais um triunfo diante o Guimarães.

Jonas aproveitou entrada fraca para ‘disparar’

O encontro entre Vitória de Guimarães e Benfica não começou da melhor forma, com desacatos nas bancadas a obrigarem Artur Soares Dias a interromper o duelo, ainda antes do relógio marcar do minuto 5′.

No entanto, a situação não demorou a ficar resolvida e os ‘atores’ puderam regressar ao palco para recomeçar o espetáculo. Espetáculo esse que não tardou em dar o protagonismo a Jonas: aos 22 minutos, o ‘pistoleiro’ aproveitou uma tabela entre Krovinovic e André Almeida para ‘disparar’ para o fundo das redes de Miguel Silva.

Um tento que traduzia a superioridade dos encarnados que, mais organizados e melhor posicionados no jogo, continuavam a tentar contrariar o bloco baixo dos vimaranenses. Aqui, Diogo Gonçalves ‘agarrou’ o papel principal, desperdiçando uma boa oportunidade aos 35 minutos

Samaris e Salvio para contrariar a ascenção dos vimaranenses

A segunda metade não se desenrolou da mesma forma. A equipa da casa apostou num bloco mais alto, à procura do empate, com Raphinha (58′) e Héldon (63′) a protagonizarem duas boas oportunidades para tal, depois de uma saída em falso de Svilar que lhe ‘ofereceu’ um cartão amarelo – após tocar com a mão no esférico fora da área.

No entanto, a pressão vimaranense foi sol de pouca dura. Como quem não marca, sofre, Samaris – que tinha entrado aos 64 minutos para a saída de Pizzi – aproveitou um passe de Jonas para trair Miguel Silva e carimbar o 2-0 (76′).

O segundo golo ‘desorientou’ a formação de Pedro Martins que, poucos minutos depois, cedeu novamente as ‘costas da defesa’ e voltou a sofrer, com Salvio, logo a seguir, a picar o esférico para o fundo das redes adversárias (79’). Em cima do apito final, Rafael Martins aproveitou uma desatenção de Svilar e ainda fez o 3-1.

Com esta vitória, o Benfica soma 26 pontos, menos cinco do que o líder FC Porto.

Momento do jogo: Com o jogo mais equilibrado, aos 76 minutos, Samaris fez o 2-0 e ofereceu mais conforto ao Benfica, que não demorou a chegar ao 3-0.

Onze do Benfica: Svilar; André Almeida, Luisão, Rúben Dias e Eliseu; Fejsa, Krovinovic, Pizzi, Diogo Gonçalves e Salvio; Jonas.

Onze do Vitória: Miguel Silva; Victor García, Jubal, Marcos Valente, Konan; Francisco Ramos, Rafael Miranda, Celis; Tallo, Heldon e Raphinha.

[NAM, POR ANDREIA BRITES DIAS]

Deixe uma resposta